Avenida C-4: Obra ilustra desenvolvimento. Comerciantes aprovam, mas pedem agilidade

Segundo a CMTC, a obra na C-4 será concluída até a primeira quinzena de outubro, sendo que a via receberá também nova pavimentação (Foto: Valdemy Teixeira)
Segundo a CMTC, a obra na C-4 será concluída até a primeira quinzena de outubro, sendo que a via receberá também nova pavimentação (Foto: Valdemy Teixeira)

Como anunciado na última edição do Folha Z, as obras do corredor preferencial de ônibus na Avenida T-7 estão em execução desde fevereiro. Os trabalhos, que se iniciaram pela construção de novas calçadas acessíveis ao longo de toda a via, também passam pela implantação de uma rede pluvial em trecho da Avenida C-4. Os comerciantes desta via afirmam não serem contrários à obra, que trará inúmeros benefícios para quem trafega por ali, mas pedem agilidade na conclusão.

Proprietária do pet shop Paraná, Edivânia Lacerda contou que seu faturamento caiu desde que a C-4 foi interditada entre o cruzamento com a Av. T-2 e a Av. C-205. Desde então, segundo ela, os clientes têm dificuldade para acessar a loja. A obra tinha data para acabar: 27 de setembro. Porém, a prefeitura informou que este prazo seria estendido em 30 dias.

Interdição

Segundo o diretor técnico da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC), Sávio Afonso, no ponto interditado, centro do Córrego Vaca Brava, não existia a galeria pluvial que está sendo implantada. Sávio esclarece que a introdução dos novos dutos permitirá o escoamento de água pluvial coletada pelas bocas de lobo evitando enchentes em áreas de acúmulo de água nas vias próximas às avenidas T-7 e C-4, além de coorganizarem a vazão até o córrego Vaca Brava.

Gerente comercial do Empório Della Sandro Marcos fala aos repórteres do Folha Z (Foto: Valdemy Teixeira)
Gerente comercial do Empório Della Sandro Marcos fala aos repórteres do Folha Z (Foto: Valdemy Teixeira)

Ele ainda informou que o outro lado da avenida também será interditado assim que o sentido centro-bairro estiver pronto para a troca da capa de asfalto.

Gerente comercial do Empório Della, Sandro Marcos concorda que a ação é importante para a melhoria da mobilidade do goianiense. “Nós da Della não somos contra a obra, pelo contrário. Acreditamos que ela irá trazer muitos benefícios. A única coisa que pedimos é que seja concluída no prazo estipulado”, relatou. Sandro, antes de finalizar seu depoimento, pediu para que o prefeito Paulo Garcia fiscalize de perto a obra, para que a construtora conclua os trabalhos no prazo firmado com os lojistas.

Ele solicita que ocorra uma comunicação direta com os comerciantes para que os transtornos sejam menores.

Resposta

De acordo com a CMTC, todos os lojistas foram visitados e comunicados sobre a obra. Mas os proprietários continuam ansiosos pelo fim das dificuldades.

Segundo a companhia, a obra na C-4 será concluída até a primeira quinzena de outubro, sendo que a via receberá também nova pavimentação.

Comentários do Facebook