O governador Ronaldo Caiado (DEM) anunciou nesta 6ª feira 25) o cronograma para a convocação de novos delegados substitutos aprovados em concurso público.

Serão nomeados 100 delegados substitutos aprovados no último concurso da Polícia Civil.

É a primeira contratação desde 2014.

“São quase 7 anos em que vivemos uma situação que já era calamitosa. Assumimos o governo com mais de uma centena de municípios sem delegados”, afirmou.

Com a chegada dos novos integrantes da Segurança Pública, a expectativa é que o déficit que se acumulou ao longo das últimas duas décadas chegue ao fim.

Ronaldo Caiado | Foto: Júnior Guimarães
Ronaldo Caiado | Foto: Júnior Guimarães

Cronograma

Os primeiros 20 aprovados serão chamados já no próximo dia 1º de outubro.

São 20 delegados por mês até 1º de janeiro de 2021.

Em 25 de janeiro, todos os 100 que fizeram o concurso estarão no cargo.

Com o novo efetivo que ingressa nos quadros da Polícia Civil, o número de delegados vai aumentar em 25%.

“Goiás é respeitado, é um Estado que não passa a mão na cabeça de bandido. Aqui, aconteça o que acontecer, o pau que dá no Chico dá no Francisco, não tem concessão a quem quer que seja”, afirmou o governador.

Linconl Tejota, Ronaldo Caiado e Gracinha Caiado | Foto: Júnior Guimarães
Linconl Tejota, Ronaldo Caiado e Gracinha Caiado | Foto: Júnior Guimarães

Reforço

A maioria dos novos profissionais será deslocada para o interior, principalmente para as regionais que mais precisam, como as de Luziânia, Posse, Porangatu, Uruaçu e Goiás.

Segundo Caiado, para cumprir o calendário de nomeação, foi necessário um encaixe no orçamento para não quebrar a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

“Hoje, só de juros de dívida anterior, para vender a Celg, nós pagamos R$ 200 milhões por mês”, detalhou.

O titular da Secretaria de Segurança Pública, Rodney Miranda, informou que o Entorno do Distrito Federal será uma das prioridades, já que alguns municípios não contam com delegado durante os plantões.

“Quem precisar de apoio para fazer o bem para a nossa população terá total liberdade para trabalhar, logicamente dentro dos limites da lei. Não há direcionamento, não há interferência”, registrou o titular da SSP.

LEIA MAIS 👉 Aulas presenciais só retornam quando houver vacina, anuncia Caiado


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook