Coluna de Quadrinhos – Beagle mais amado do mundo ganha coletânea inédita

O volume traz 100 páginas de quadrinhos com Snoopy e sua turma
O volume traz 100 páginas de quadrinhos com Snoopy e sua turma

O beagle mais amado do mundo ganhou uma coletânea de quadrinhos inédita pela Editora Nemo. Snoopy: Volume 1 é o terceiro álbum lançado pela editora com esses carismáticos personagens, desta vez misturando novas HQs com páginas dominicais originais de Charles Schulz, o criador.

Esta edição lembra ao leitor por que Snoopy, Woodstock, Linus, Lucy, Chiqueirinho, Schroeder e, é claro, o bom e velho Charlie Brown são tão queridos por milhões de pessoas em todo o mundo.

Histórias

O volume traz 100 páginas de quadrinhos com Snoopy e sua turma, entre histórias novas e clássicas, com uma narrativa leve, mas recheada de humor inteligente. Entre elas, temos Charlie Brown tentando, mais uma vez e sem sucesso, treinar seu time de beisebol para tentarem ganhar um jogo; Snoopy se disfarçando de “Maravilha Mascarada” para competir em um torneio de queda de braço; Lucy novamente se fazendo a psicóloga da turma; e algumas lições de como desenhar os personagens, ensinadas por eles mesmos. Para completar, há ainda uma galeria de capas originais, com a primeira aparição de Charlie Brown, Lucy, Linus e o próprio Snoopy.

Com seu humor agradável e reflexivo, esta nova edição da turminha que conquistou gerações vai agradar a crianças e adultos. Na certa, os antigos fãs e os novos leitores vão encontrar algo para amar em cada personagem.

O criador

Charles M. Schulz certa vez descreveu a si mesmo como alguém “nascido para desenhar tiras de quadrinhos”. Nascido em Minneapolis, com apenas dois dias de vida um tio o apelidou de “Sparky”, inspirado no cavalo Spark Plug, da tirinha de Barney Google. Por toda a juventude, ele e seu pai compartilharam um ritual nas manhãs de domingo: ler as tirinhas de humor. Depois de servir no Exército durante a Segunda Guerra Mundial, a primeira grande oportunidade de Schulz veio em 1947, quando ele vendeu para o St. Paul Pioneer Press a série de cartuns intitulada “Li’l Folks”. Em 1950, Schulz se juntou ao United Feature Syndicate, e em 2 de outubro daquele ano a tira “Peanuts” (mais conhecida no Brasil como “Snoopy”) estreou em sete jornais. Charles Schulz morreu em Santa Rosa, Califórnia, em fevereiro de 2000, poucas horas antes que a última tirinha desenhada por ele circulasse nos jornais de domingo.

Dicas

garfieldGarfield – Volume 1

2014

Nemo

Mark Evanier

Quem curte as tirinhas do gato preguiço e roliço chamado Garfield não pode perder este volume. O personagem criado pelo cartunista Jim Davis é apresentado pelo roteirista Mark Evanier e desenhos de Gary Barker, em quatro partes inéditas. O material ainda traz galeria de capas e as primeiras histórias publicadas por Davis. Um material que vale muito a pena conferir.

Francisco Costa é jornalista e fã de quadrinhos – [email protected]

Comentários do Facebook