Coluna de Quadrinhos – Para ler nas férias

Muita gente aproveita o mês de julho para relaxar e descansar. Seja por conta de férias escolares, seja por conta de férias do trabalho. Dentre as opções de lazer estão viagens, teatros, cinemas e… ficar só em casa.

Para quem não quer tirar o “popozão” do sofá, aproveitar o tempo para colocar a leitura de quadrinhos em dia é uma ótima opção. Pensando nisso, o Folha Z separou algumas sugestões de leitura a seguir.

demolidor volume 1Demolidor Vol. 1

Apesar de preferir os heróis e a linha da DC Comics, sou suspeito para falar do Demolidor, que é um de meus personagens favoritos das histórias em quadrinhos. Neste volume lançado pela Panini em 2013, o personagem retorna a Nova Iorque após colocar a cabeça em ordem, mas tem dificuldades para trabalhar – um tabloide espalhou que o advogado Matt Murdock era o Demolidor e as coisas complicaram um pouco a vida do herói.

A HQ de 148 páginas traz inúmeras histórias interessantes e é escrita por ninguém menos que o experiente Mark Waid. A arte fica por conta de Paolo Rivera, que consegue, com um traço aparentemente simples, transmitir brilhantemente as aventuras do Demônio Ousado. Uma das coisas legais são as cenas em o leitor enxerga como o mundo como o cego Matt Murdock, o Demolidor.

Se ainda tem dúvidas, vai esta informação para reforçar: a HQ levou o Eisner de Melhor Série e Melhor Escritor – vale lembrar que o encadernado já teve até seu quarto volume lançado.

crimes macabrosCrimes Macabros

Curte zumbis? E se além destas criaturas houver lobisomens e mais um apanhando de seres sobrenaturais? Bem melhor, certo? Foi isso que o roteirista Steve Niles fez com sua HQ de terror noir Crimes Macabros.

A história traz o ex-policial Cal McDonald, que já fez tudo de errado que uma ser humano poderia fazer de em uma vida. Ao lado de seu parceiro zumbi Mo’Lock, ele precisa investigar porque monstros estão se juntando em Los Angeles e, consequentemente, salvar o cidadão comum destas coisas macabras. A HQ é divertida e traz o traço incrível de Ben Templesmith. Mais uma grande obra e uma boa opção para sair do manjado The Walking Dead.

A revista traz um material bem diferente do que rola por aí. Vale dar uma conferida.

necronautaNecronauta: O Almanaque dos Mortos

Vamos agora com uma revista nacional. A HQ lançada em 2011 pela Zarabatana Books, traz como protagonista o personagem criado por Danilo Beiruth, o Necronauta. O personagem já havia sido publicado de forma independente algumas vezes e, inclusive, já havia concorrido em duas ocasiões ao troféu HQMix, o Oscar dos quadrinhos brasileiros.

Para quem não é familiarizado com o ser que dá nome a revista, ele é uma espécie de atravessador de pessoas do além. O Necronauta tem como objetivo conduzir as almas dos mortos. Existem diversos como ele, cada um com uma especialidade. O protagonista é o responsável por levar indivíduos com assuntos inacabados, que ficaram presos ao plano intermediário. Além de suas habilidades e astúcia, o “salva-vidas” do mundo dos mortos, como também é conhecido, utiliza equipamentos como Necrodiscos, retirado de seu Necrocinto (é tudo uma grande homenagem aos heróis tradicionais), e mais.

Este volume traz seis histórias inéditas do personagem, além de uma galeria com várias interpretações de outros artistas. Ainda na HQ, há alguns passatempos, com uma pegada bem infantil – mas era esse mesmo o objetivo. Com exceção do último conto, a HQ é preto e branca.

Francisco Costa é jornalista e fã de quadrinhos – [email protected]

 

Comentários do Facebook