Coluna Na Marca do Pênalti – No futebol, enquanto uns choram, outros comemoram três pontos

Na marca do Pênalti

Indignado, o presidente do Sport prometeu ir à Justiça contra o juiz Luiz Flávio de Oliveira e a CBF, após a derrota por 4 a 3 para o Corinthians com um gol aos 42 minutos do segundo tempo, marcado depois de um pênalti polêmico.

Antes dele tomar qualquer atitude nesse sentido, já sabemos que será em vão e que o resultado do campo não mudará.

O lance é polêmico, pra não dizer outra coisa. Gera discussão, principalmente pela situação do jogo.

v
Timão venceu o Sport por 4 a 3 com pênalti polêmico (Foto: Site Corinthians)

Mão amiga

A equipe paulista já é rotulada como favorecida pela arbitragem. Se vencesse o jogo, assumiria a liderança do campeonato, assim como aconteceu. Enfrentava um time médio do futebol brasileiro, jogava em casa e o juiz era de São Paulo. Fatores que juntos conspiram para aquela velha teoria de que houve uma “ajuda.”

Os torcedores se esbaldam com uma polêmica como essa, menos os do Sport.

O pênalti marcado após um lance de mão na bola ou bola na mão sempre será de acordo como que o árbitro interpreta. Ele tem esse poder. Como o time pernambucano se julgou prejudicado, um dia ele foi favorecido e será de novo. Engole o choro porque o campeonato segue.

Comentários do Facebook