Concurso da Câmara de Goiânia abrirá 75 vagas para diversas áreas de atuação

Câmara Municipal de Goiânia terá novo concurso ainda em 2017 | Foto: Reprodução
Câmara Municipal de Goiânia terá novo concurso em 2018 | Foto: Reprodução

Foi aprovado no Plenário da Câmara Municipal de Goiânia um projeto que visa a realização de um concurso público que selecionará 75 novos servidores efetivos da Casa. A proposta foi apresentada pela Mesa Diretora.

De acordo com o presidente da Câmara, o vereador Andrey Azeredo (PMDB), a expectativa é que o edital do certame já seja publicado no primeiro trimestre de 2018. “A partir da aprovação definitiva, que acredito que tramitará com celeridade na Casa, publicaremos o edital para o novo concurso do Legislativo Municipal goianiense, já com uma profunda análise financeira e estrutural das demandas e possibilidades da Câmara”, afirmou.

Com o concurso, o órgão passará a contar com 211 servidores. E, além de aumentar o número dos efetivos, o projeto também apresentou um novo cargo a ser incluído no edital: o profissional intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras). Outros cargos incluídos no concurso serão de procurador, agente administrativo, da comunicação e de outras áreas.

LEIA MAIS: DPVAT: motorista, passageiro ou pedestre, mesmo culpado, pode pedir indenização em acidente

TAC

O documento aprovado hoje dá prosseguimento ao cronograma estabelecido para que a Câmara cumpra totalmente o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado entre a Casa e o Ministério Público Estadual (MP-GO) em 2007 e que foi renovado este ano pelo presidente Andrey Azeredo. “Já foram empossados dezoito servidores que atenderam aos chamamentos que fizemos este ano e que aguardavam havia mais de dez anos por esse momento. Todos foram aprovados no concurso de 2006 da Câmara”, afirma Andrey.

As convocações atenderam à decisão judicial do TAC que previa o preenchimento das 130 vagas disponíveis. Dessas, restaram 42 a serem preenchidas e desse total 18 servidores atenderam ao chamamento e foram empossados, como relatou o presidente.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter

Comentários do Facebook