Dunga II – O Recomeço

Buscando melhorar o futebol apresentado pelo Brasil, Dunga convocou a Seleção pela primeira vez no seu retorno
Buscando melhorar o futebol apresentado pelo Brasil, Dunga convocou a Seleção pela primeira vez no seu retorno

Por Vitor Alves

Na manhã de hoje, dia 19 de agosto, o treinador Dunga realizou sua primeira convocação em seu retorno à Seleção Brasileira. 10 jogadores que participaram da Copa do Mundo permanecem: Jefferson, David Luiz, Maicon, Luiz Gustavo, Fernandinho, Ramires, Oscar, Hulk, Willian e Neymar. Além disso, Dunga chamou seis atletas que atuam no futebol brasileiro. Confira a lista dos selecionáveis:

 GOLEIROS: Jefferson (Botafogo) e Rafael Cabral (Napoli).

ZAGUEIROS: David Luiz (Psg), Marquinhos (Psg), Gil (Corinthians) e Miranda (Atlético De Madrid).

LATERAIS: Maicon (Roma), Danilo (Porto), Filipe Luís (Chelsea) e Alex Sandro (Porto).

MEIAS: Luiz Gustavo (Wolfsburg), Elias (Corinthians), Fernandinho (Manchester City), Ramires (Chelsea), Éverton Ribeiro (Cruzeiro), Willian (Chelsea), Philippe Coutinho (Liverpool) e Oscar (Chelsea).

ATACANTES: Ricardo Goulart (Cruzeiro), Hulk (Zenit), Neymar (Barcelona) e Diego Tardelli (Atlético Mineiro).

Ótima primeira convocação do técnico Dunga. Avalio como bem positiva, principalmente, por dois aspectos: chamar atletas que estão “voando” há algum tempo (casos de Marquinhos, Gil, Éverton Ribeiro, Ricardo Goulart e Philippe Coutinho); e, na ausência de um centroavante em boa fase, não inventou nenhum “Afonso Alves” dessa vez.

 Certo é que opções não faltam ao comandante do escrete canarinho. A safra é boa e, aliada a um trabalho bem feito em conjunto com Alexandre Gallo nas seleções de base, pode render ótimos nomes na equipe.

 Fiz uma lista com outros nomes (não chamados hoje) e que devem (ou pelo menos deveriam) ter algumas chances em futuras convocações:

 GOLEIROS: Diego Alves (Valencia), Neto (Fiorentina).

ZAGUEIROS: Dória (Botafogo), Léo Pereira (Atlético Paranaense).

LATERAIS: Fabinho (Monaco) – Ld, Alex Telles (Galatasaray) – Le, Abner (Ex-Coritiba, Atualmente No Real Madrid B) – Le.

MEIAS: Fernando (Manchester City), Lucas Silva (Cruzeiro), Roberto Firmino (Hoffenheim), Lucas Piazon (Eintracht Frankfurt), Rafinha Alcantara (Barcelona), Marcos Guilherme (Atlético Paranaense), Daniel (Botafogo), Raffael (Borussia Mönchengladbach).

ATACANTES: Douglas Coutinho (Atlético Paranaense), Luiz Adriano (Shaktar Donetsk), Lima (Benfica).

 Bons resultados foram conquistados por Dunga na sua primeira passagem (aproveitamento de 76,6%). O grande desafio é tornar mais vistoso, mais agradável, o futebol apresentado pelo Brasil. Acredito que, assim como na primeira “Era Dunga”, o selecionado nacional deve apostar em contra-ataques rápidos e, provavelmente, fulminantes.

 Resta esperar como se comporta Dunga (numa versão mais light) e sua equipe nos próximos amistosos (listados abaixo) para mais análises:

 05/09 – Colômbia (Miami)

08/09 – Equador (Nova Jersey)

11/10 – Argentina (Pequim)

14/10 – Japão (Cingapura)

12/11 – Turquia (Istambul)

Por fim, é vergonhoso continuarmos a ter competições de clubes em datas FIFA. Por conta do “sempre organizado” calendário brasileiro e da “moderna” CBF, equipes vão estar muito desfalcadas (tabela abaixo) durante duas rodadas do Brasileirão (19 e 20) e nos jogos de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Isso sem contar possíveis convocações de outras seleções, ainda não anunciadas. Lamentável!

Comentários do Facebook