Encruzilhada para Jorge e Mateus – Jogo Limpo com Rodrigo Czepak

Jogo Limpo com Rodrigo Czepak

Fãs acusaram o cantor de ter subido ao palco sob efeito do álcool (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
Fãs acusaram o cantor de ter subido ao palco sob efeito do álcool (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Encruzilhada para Jorge e Mateus

Dá pra contar nos dedos de uma das mãos a quantidade de duplas sertanejas, novas e antigas, que consegue conviver em harmonia. As crises de relacionamento são frequentes, impulsionadas por fatores internos e externos. Quem não se lembra do vai-e-volta de parceiros famosos como Milionário e José Rico, João Mineiro e Marciano e Christian e Ralf? Com 10 anos de carreira, os temperamentais Jorge e Mateus também colecionam divergências. Nem os dois filhos de Francisco, Zezé di Camargo e Luciano, conseguiram fugir do padrão “cão e gato” imposto pela convivência forçada.

Arquivo de problemas

O estremecimento de Jorge e Mateus merece um capítulo à parte. O tempo ensinou à dupla a arte da tolerância, situação reconhecida por eles no “Domingão do Faustão”. A participação no programa, protagonizando o quadro “Arquivo Confidencial”, fez parte de uma estratégia de recuperação de imagem e superação de episódios negativos envolvendo os amigos de Itumbiara. O mais recente ocorreu durante show em Gravatá (PE) quando Jorge foi acusado por fãs de ter se apresentado bêbado no palco (veja no vídeo ao lado). Empresário e os assessores da dupla tentaram contemporizar, mas os vídeos revelaram que Jorge estava bastante alterado.

Trajetória em jogo

A mensagem de uma fã nas redes sociais revela a preocupação com a carreira de Jorge e Mateus. Comentou Natália Pessoa: “Dupla, vamos rever algumas coisas, somos fãs e queremos vocês bem”. Parece que o recado foi entendido pelos responsáveis por uma das duplas sertanejas que mais fazem shows e vendem discos no país – cerca de 5 milhões até agora. Mais amadurecidos, os cidadãos Jorge Alves Barcelos e Mateus Pedro Liduário de Oliveira se deparam agora com o inevitável momento do divisor de águas na carreira: ou demonstram aprendizado com os erros infantis do passado ou jogam no lixo o legado de uma trajetória de estrondoso sucesso.

LEIA MAIS: Ex-mulher de Zezé, Zilu sofreu com infecção de prótese de silicone no queixo

Iluminação vespertina

A cena é corriqueira em Goiânia, a capital dos 24 mil pontos de iluminação pública queimados: luz acesa às 15 horas na Rua 143, no setor Marista, próximo à Praça do Ratinho. Desperdício em contraponto à insegurança noturna. Enquanto isso o poder público municipal continua paralisado. Aliás, desde 2014. De lá pra cá o que se viu foi o flagrante descumprimento de recomendações do Ministério Público e liminares judiciais. O prazo para a execução do serviço agora é o mês de junho. O cidadão goianiense vai continuar aguardando. Sentado, de preferência.

Comentários do Facebook