Implantação de esgoto na Av. Rio Verde altera trânsito na região

De acordo com a empresa BRK, o serviço beneficiará mais de 4,5 mil moradores. Veja os bairros de Aparecida que serão afetados

Trabalhos de implantação de esgoto na Avenida Rio Verde serão executados ao longo de um trecho de mais de 2 km | Foto: Reprodução
Trabalhos de implantação de esgoto na Avenida Rio Verde serão executados ao longo de um trecho de mais de 2 km | Foto: Reprodução

Começou na última terça, 4, a implantação da rede de coleta de esgoto e a execução de um interceptor na Avenida Rio Verde.

A obra, realizada em parceria pela Saneago e pela BRK Ambiental, visa ampliar o acesso ao serviço de esgotamento sanitário em Aparecida

De acordo com a empresa BRK, o serviço beneficiará mais de 4,5 mil moradores dos bairros Jardim Nova Era e Vila Mariana.

Entretanto, os moradores devem ficar atentos às alterações no trânsito pela via durante a execução dos serviços.

Na quarta, 5, o cruzamento entre as Rio Verde e Graça Aranha ficou bloqueado das 6h às 18h.

Obras na Rio Verde

Os trabalhos de implantação da rede coletora na Avenida Rio Verde serão executados ao longo de um trecho de 2.338 metros, totalizando oito quadras, e abrangendo também a Avenida Chevalier Neme Jafet.

A previsão de conclusão da obra, que começou no trecho próximo ao Terminal Cruzeiro, é de 60 dias, incluindo a pavimentação e lavagem das vias.

A rede será instalada em apenas um lado da rua, na lateral pertencente ao município de Aparecida de Goiânia, nos setores Jardim Nova Era e Vila Mariana.

A recomposição asfáltica de cada vala aberta será realizada em até 10 dias úteis.

Com a execução deste trecho, 350 ligações de esgoto deverão ser liberadas.

Interceptor na Vila Mariana

Além das obras na Avenida Rio Verde, serão executados os trabalhos de conclusão do interceptor Mariana, com extensão de 470 m, que possibilitará a liberação de mais de mil ligações de esgoto no Jardim Nova Era e na Vila Mariana.

Para que a população seja informada sobre o andamento das obras, equipes da BRK Ambiental afirmou que realizará um trabalho de orientação e esclarecimento de dúvidas com comerciantes e moradores locais.

De acordo com a empresa, após a implantação da rede, é importante que a população aguarde a notificação formal para fazer a interligação ao sistema.

A previsão é que a liberação para o uso ocorra até o início do 2º semestre.

Até lá, os moradores deverão permanecer utilizando os sistemas individuais.

Universalização do esgotamento sanitário em Aparecida

As 2 ações integram o cronograma de obras estabelecido entre a Saneago e a BRK Ambiental para universalização dos serviços de esgotamento sanitário em Aparecida de Goiânia.

Em 2018, foram investidos R$ 104 milhões em intervenções, incluindo 247 quilômetros de rede e a segunda etapa da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Santo Antônio.

Para 2019, estão previstos mais R$ 93 milhões, distribuídos em 90 km de redes e ampliação do tratamento de esgoto.

Motoristas de app terão que atender a novas exigências em Aparecida


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook