Seis pessoas foram presas suspeitas de terem participado da morte do empresário Agno Rainere José da Costa, 44 anos, ocorrida em São Miguel do Araguaia.

Segundo a Polícia Civil de Goiás (PC-GO), os envolvidos são 2 executores, 3 intermediários e 1 mandante do crime, que aconteceu no dia 30 de setembro.

Ainda conforme a investigação, a motivação foi por desavenças familiares que envolvem divisão de bens de elevados valores em dinheiro.

O crime

A vítima foi assassinada na porta da loja agropecuária em que trabalhava. Imagens do circuito de segurança registraram o momento exato do crime.

O autor chegou em uma motocicleta, desceu do veículo e atirou 6 vezes a queima roupa contra Agno.

Segundo a perícia, o empresário de São Miguel do Araguaia caiu dento da loja e morreu na hora.

prisão Polícia Civil São Miguel Araguaia
Investigações da polícia resultaram na prisão de 6 pessoas | Foto: Divulgação/PCGO
prisão Polícia Civil São Miguel Araguaia
Investigações da polícia resultaram na prisão de 6 pessoas | Foto: Divulgação/PCGO
prisão Polícia Civil São Miguel Araguaia
Investigações da polícia resultaram na prisão de 6 pessoas | Foto: Divulgação/PCGO

Participaram do trabalho a Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), a 12ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Porangatu, a Delegacia de Polícia (DP) de São Miguel do Araguaia e a Gerência de Operações de Inteligência (GOI) da PC-GO.

LEIA MAIS ➡️ Como saber se um carro é clonado? Confira 7 dicas importantes


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook