Um homem de 29 anos foi preso suspeito de se passar por pastor e abusar sexualmente de uma mulher e de 2 crianças em Aparecida de Goiânia.

A Polícia Civil (PC) recebeu o caso no domingo (10), no setor Santa Luzia.

Detido, o homem negou as acusações.

Abusos

Segundo a Polícia Militar (PM), o denunciado disse que as vítimas estavam “endemoniadas” quando participavam de um culto evangélico.

Após a celebração, o homem teria ido à casa da mulher para continuar a oração com ela e as 2 filhas, de 8 e 12 anos.

De acordo com as vítimas, o suspeito tocou nos seios de uma delas e tentou colocar o órgão genital na boca da mais jovem enquanto a mãe não estava no local.

Após a tentativa, a menina teria começado a chorar. Em seguida, o homem fugiu correndo.

Ele foi localizado por meio de denúncias anônimas em uma casa no setor Pedro Ludovico, em Goiânia.

LEIA MAIS ➡️ Chácara é interditada e multada e 4 carros são apreendidos em Aparecida


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook