Homem que gravou vídeo difamando a ex na Pecuária de Goiânia é condenado a 1 ano de prisão

Assistir vídeo no YouTube pelo celular | Imagem ilustrativa

Um homem foi condenado a um ano de prisão em Goiânia após divulgar vídeos ofensivos à sua ex-namorada na internet. Ele foi considerado culpado nesta sexta-feira, 24, por crimes de difamação e calúnia à mulher em decorrência de vídeos com conteúdos ofensivos no WhatsApp e Youtube.

Segundo o Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), em 19 de novembro de 2014, o homem, irritado com o fim do relacionamento, postou no Youtube dois vídeos. Neles, ele ofendeu os pais da mulher, assim como afirmou que ela estava bêbada e alcoolizada na Pecuária de Goiânia. Além disso, ele repassou o link dos vídeos por WhatsApp a conhecidos. Estes foram propagados causando prejuízo à vítima.

Tomando conhecimento dos fatos, a mulher procurou a delegacia para fazer a denúncia. E, após tomar conhecimento da denúncia, o homem começou a ameaçar a ex-companheira, garantindo que “tudo que acontecesse com ele, iria também acontecer com ela”.

Processo

Após audiência, o acusado foi absolvido no primeiro julgamento por falta de provas. Porém a vítima manifestou-se e entrou com recurso para manter a denúncia. No segundo julgamento, a desembargadora Carmecy Rosa Maria Alves de Oliveira relatou que as provas documentais e testemunhais atestavam a prática de crime de difamação contra a vítima. Os vídeos circularam livremente pelo Youtube, tendo um deles 117 visualizações.

“Além do crime de difamação, entendo que o crime de ameaça também deve ser mantida, uma vez que o apelante tentou intimidar a vítima anunciando-lhe mal futuro”, afirmou a magistrada. Conforme ela, as penas não são dignas de serem reformadas.

LEIA MAIS:Robinho é condenado a 9 anos de pena por assédio sexual

Acompanhe o Folha Z no FacebookInstagram e Twitter

Comentários do Facebook