JOGO LIMPO com Rodrigo Czepak

Jogo Limpo com Rodrigo Czepak

A apresentadora Salete Lemos pode ser acionada no Procon por propaganda enganosa? / Foto: divulgação
A apresentadora Salete Lemos pode ser acionada no Procon por propaganda enganosa? / Foto: divulgação

Pulga atrás da orelha

Duas perguntas que o funcionalismo público estadual anda se fazendo: se a arrecadação teve acréscimo de 15%, qual o motivo para a manutenção do pagamento dos salários em duas etapas? A apresentadora Salete Lemos pode ser acionada no Procon por propaganda enganosa?

Ontem e hoje

Dê uns dias de maturação para a análise. Acompanhe resposta, indignação, desmentido, e somente depois tire suas conclusões. O tempo sempre é o senhor da razão. Verifique alguns casos e seus desdobramentos:

Serial killer – alguns leitores consideraram pesados os comentários neste espaço sobre a superexposição na mídia do marginal Thiago Gomes da Rocha, envolvido diretamente em pelo menos 31 assassinatos na Grande Goiânia. A burocracia do Judiciário e a insensatez da imprensa transformaram o bandido em celebridade. E o pior ainda está por vir: mais de 20 júris populares deverão ocorrer. Para o circo ficar completo, faltam entrevista exclusiva no Fantástico, nova namorada e um livro contando história sofrida.

Comurg – poucos na Prefeitura de Goiânia compreenderam as críticas sobre as seguidas lambanças administrativas cometidas no órgão. Um histórico que atinge a imagem de ex-presidentes que cumpriram ordens e, portanto, foram responsáveis. Staff do Paço Municipal alegou exagero no questionamento. Alguns dias depois foi anunciada pela imprensa intervenção direta do prefeito na companhia, desmoralizando o atual presidente que assumiu há pouco tempo.

Detran – envolvido numa crise sem precedentes por péssimo atendimento aos usuários, o órgão tentou de todas as formas minimizar as críticas com a cansativa justificativa de adaptação ao novo sistema. Necessitou praticamente de uma força tarefa na operacionalização dos serviços e muito investimento em mídia oficial para melhorar a imagem junto aos goianos. Um dos seus diretores chegou a reclamar de perseguição nos bastidores.

papa francisco
Papa Francisco / Foto: divulgação

Papa Francisco – Tanto a visita do governador Marconi Perillo como a do prefeito Paulo Garcia ao Vaticano não passaram de meras estratégias de marketing furado. Apostaram todas as fichas em pelo menos uma foto que demonstrasse proximidade com o líder religioso, mas o esforço foi em vão. As lamentações pelos passeios frustrados estão estampadas nos jornais e viraram motivo de riso. Mesmo convidado, o arcebispo dom Washington Cruz foi esperto e escapou dos dois vexames.

Padres nossos

E já que o assunto é Igreja Católica, vale o registro de trecho da entrevista do padre Marcos Rogério à Coluna Spot de Daniela Gaia, em “O Popular” de hoje: “Considero que nenhum padre é celebridade. Esse título é atribuído pelos meios de comunicação social. Como padre, sabemos que a única estrela é Cristo, apenas somos instrumentos Dele”. Como seria bom se todas as “celebridades católicas” em Goiás pensassem e agissem dessa forma. Estamos de olho, padre Marcos Rogério! Alguns de seus seguidores já o chamam de santo.

Fundo do poço

A aplicação de hidrogel no pênis por um estudante de Ribeirão Preto (SP) é o retrato do mundo bizarro em que vivemos. Como morreu aos 18 anos, Yuri Mamede não poderá ver de perto a decadência da sua geração cada vez mais dependente da aparência, das drogas e de estimulantes sexuais em seus relacionamentos. Só Deus mesmo pra saber onde a juventude transviada vai parar. Como se fossem apenas os jovens…

Comentários do Facebook