JOGO LIMPO com Rodrigo Czepak

Rodrigo Jogo Limpo

Gravando!

Produtora paulista de audiovisual (Foto: Divulgação)
Produtora paulista de audiovisual (Foto: Divulgação)

O ofício do governador Marconi Perillo solicitando autorização da Assembleia Legislativa para contratar empresa paulista é de 1º de abril, conhecido como Dia da Mentira. A peça sobre “o povo, a cultura e os cenários de Goiás” leva o inusitado nome de “A Magia do Mundo Quebrado”. O trabalho vai custar R$ 500 mil e será executado pela Film Noise Produções Cinematográficas Ltda, especializada em filmes e videoclipes, um deles o premiado “Mulher de Fases” da banda Os Raimundos (1999).

Incoerências

Informações gerais já divulgadas pela mídia. Agora restam algumas perguntas. Qual a justificativa para um governo com sérios problemas financeiros gastar meio milhão de reais num filme? Não há empresa qualificada no mercado goiano para executar o serviço, evitando gastos elevados com transporte e hospedagem? O título “A Magia do Mundo Quebrado” não remete a dois pontos polêmicos da atual administração: magia/propaganda enganosa e quebrado/realidade financeira?

Questão de prioridade

É público e notório que Marconi não mede esforços e recursos para qualificar as peças publicitárias do seu governo, porém o momento requer mais pé no chão. O atraso no repasse dos salários para o Tribunal de Justiça e Ministério Público acendeu a luz amarela no funcionalismo público em geral. Há um forte temor de ampliação da crise financeira e por isso os gastos notadamente supérfluos poderiam ser adiados.

Senadora Lúcia Vânia (PSDB)
Senadora Lúcia Vânia (PSDB)

Tudo azul

Pré-candidato à Prefeitura de Goiânia, Vanderlan Cardoso está vivendo uma fase lua-de-mel com a senadora Lúcia Vânia, ainda tucana mas com a mala pronta para desembarcar no PSB. São elogios e elogios para uma parlamentar que tem grandes serviços prestados para Goiás no Congresso Nacional.

 

Dama de ferro

Observando a troca de gentilezas, um integrante da cúpula do PSDB não conseguiu segurar o comentário numa roda de correligionários. “Vanderlan ainda não conhece a Lúcia Vânia dos momentos de crise, de luta por espaço”. A senadora ganhou fama por sua personalidade dura e intransigente, colecionando pesadas disputas com Ronaldo Caiado, Nion Albernaz, Henrique Meirelles e Marconi Perillo, para citar alguns.

Escolas do crime

A chacina de torcedores do Corinthians trouxe à tona mais uma vez a relação das organizadas com o tráfico de drogas. Por mais que tentem despistar a sociedade com ações de amor e dedicação aos seus clubes, os fanáticos geralmente utilizam da atividade para praticar ações criminosas. Infelizmente não há espaço em torcidas organizadas para pessoas de bem, aquelas preocupadas apenas em vibrar pelo time de coração.

Velha história       

As sempre polêmicas declarações de Hailé Pinheiro, eterno presidente do Goiás, vão e voltam. Em nada contribuem para melhorar a relação do clube com seu torcedor. Elogiar o entusiasmo e a fidelidade dos  rivais colorados é chover no molhado. Isso todo mundo que milita no futebol sabe. Hailé deveria, sim, falar ou anunciar algo que traga um sopro de alento ao desanimado e carente torcedor esmeraldino.

Comentários do Facebook