O Monstro de Belo Monte

Dhiogo José Caetano é professor, escritor e jornalista
Dhiogo José Caetano é professor, escritor e jornalista

O egoísmo destruirá o nosso planeta.

O poder sucumbirá à nação humana.

Fico me perguntando por quê?

Quantos morrerão em prol de poucas migalhas do poder?

Inúmeras famílias exiladas de sua origem.

Vidas brutalmente ceifadas.

A cultura local destruída pela ganância de uma elite inescrupulosa.

Pensemos no amanhã, precisamos de uma natureza saudável para sobreviver.

A energia que será produzida em Belo Monte não terá capacidade suficiente para suprir a gana do progresso dos ditos “homens civilizados”.

Os grandes centros vorazmente sugarão toda produção diária.

Precisamos unir forças e lutar pela Amazônia, por aquele povo que faz parte da nossa essência.

Somos uma família planetária.

O equilíbrio da atmosfera terrestre é de suma importância para a nossa sobrevivência.

A sociedade capitalista está cegando os homens.

Estamos caminhando para o fim.

Precisamos ver o outro.

Compreender a sua realidade.

Ouvir a sua história.

Dialogar, visando um consenso.

Respeitando o mundo à nossa volta.

Que os governantes possam nos ouvir.

“Xingu Vivo Para Sempre!”.

A Bacia do Xingu é onde localiza as nossas terras, as nossas vidas e a nossa sobrevivência.

Somos Araweté, Assurini do Pará, Assurini do Tocantins, Kayapó, Kraô, Apinajés, Gavião, Munduruku, Guajajara do Pará, Guajajara do Maranhão, Arara, Xipaya, Xicrin, Juruna, Guarani, Tupinambá, Tembé, Ka’apor, Tupinambá, Tapajós, Arapyun, Maytapeí, Cumaruara, Awa-Guajá, Karajas.

Ouçam o nosso grito em prol da vida!

Dhiogo José Caetano é professor, escritor e jornalista

Comentários do Facebook