Pais são presos suspeitos de tentar matar bebê em Trindade | Foto: Divulgação / PC-GO
Pais são presos suspeitos de tentar matar bebê em Trindade | Foto: Divulgação / PC-GO

Pais de uma bebê de apenas 6 meses, homem de 24 anos e uma mulher de 18 foram presos em flagrante suspeitos de tentar matar a própria filha, em Trindade.

A prisão ocorreu na 6ª feira (6), depois que a criança foi internada no Hospital Materno Infantil (HMI) com 12 fraturas, diversas queimaduras pelo corpo e edema cerebral.

De acordo com a Polícia Civil, o pai negou ter agredido a filha.

A mãe, por sua vez, disse que ele puxou pernas e braços e bateu a cabeça do bebê na cama.

Foi a jovem quem levou a criança a um posto de saúde no setor Laguna Park, em Trindade, ainda na 5ª feira (5).

A menina foi então encaminhada ao HMI, onde uma médica alertou a polícia a respeito da suspeita de maus-tratos.

Agora, ela segue internada na emergência do Pronto Socorro Pediátrico do HMI e não tem previsão de alta.

Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia | Foto: Eduardo Ferreira
Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia | Foto: Eduardo Ferreira

Depoimentos

Em depoimento à Polícia Civil, a mãe da criança afirmou que o marido é alcoólatra e bate na criança desde o seu nascimento, em setembro passado.

As últimas agressões, segundo ela, teriam ocorrido na 4ª feira (4), depois que ele chegou em casa bêbado e se irritou com o choro da fillha.

Já o pai afirmou que a mãe é responsável pelas queimaduras nos pés e mãos da menina.

Elas teriam sido causadas por cera de vela derretida, que teria caído durante uma troca de fraldas quando faltou luz na casa.

Agora, a polícia aguarda o exame de corpo de delito realizado pelo Instituto Médico Legal e pode indiciar o casal de Trindade por tentativa de homicídio.

Homem é encontrado morto dentro do banheiro no HMAP


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook