Prefeitura de Goiânia elabora nova Planta de Valores e reajuste pode chegar a 1.000%

Jeovalter Correia, secretário de Finanças de Goiânia
Jeovalter Correia, secretário de Finanças de Goiânia

A prefeitura de Goiânia já prepara uma nova Planta de Valores Imobiliários e o reajuste pode chegar a 1.000%. A elaboração do projeto é feita com todo cuidado para que seja aprovada na Câmara Municipal e não aconteça como no ano passado, quando foi rejeitado pelos vereadores.

Segundo o secretário municipal de Finanças, Jeovalter Correia, uma comissão deve apresentar um mecanismo para reduzir o impacto do aumento no valor do IPTU e do ITU.

O objetivo do reajuste da Planta de Valores, que seria gradativo, é resolver a defasagem de dez anos entre o valor venal dos imóveis e o de mercado. Segundo o vereador Carlos Soares (PT), seria uma espécie de gatilho.

O reajuste da Planta de Valores será apresentado à Câmara Municipal dissociado da mudança das alíquotas do IPTU e do ITU. No modelo atual de cobrança do tributo, o critério adotado pela prefeitura para definir as alíquotas que incidem sobre o imóvel é a sua localização em zonas fiscais e a extinção dessa delimitação foi prorrogada para 2018.

De acordo com Jeovalter Correia, a comissão vai propor correções nas zonas fiscais. Com isso, Carlos Soares acredita que facilitará a aprovação do projeto.

Comentários do Facebook