Mãe de Walisson, Anésia Francisca, pede esclarecimentos sobre a morte do filho
Mãe de Walisson, Anésia Francisca, pede esclarecimentos sobre a morte do filho | Foto: Reprodução / TV Anhanguera

A família do soldado da PM Walisson Miranda oferecerá uma recompensa para quem tiver informações que ajudem a identificar o autor do assassinato do militar.

Walisson foi morto com um tiro na cabeça dentro de uma viatura descaracterizada do Comando de Policiamento Especializado (CPE) na Avenida União, no Setor Garavelo, em Aparecida.

O crime completará 1 mês na próxima terça-feira, 22.

Desesperada, a mãe do PM procura respostas para o assassinato, cuja investigação ainda não apontou nenhum suspeito.

Em entrevista à TV Anhanguera nesta quinta, 17, Anísia Miranda da Costa disse que família conseguiu juntar R$ 5 mil para a recompensa.

“Ouviu algum comentário sobre essa camionete? Pode nos ligar, por favor.”

O telefone disponibilizado para o disque-denúncia é o 9 8445-4013.

Na entrevista, a mãe ainda afirmou que a motivação do crime não poderia ser uma rixa ou briga comum.

“Eu acho que ele deve ter descoberto alguma coisa para alguém querer matar ele. Porque atiraram para matar”, disse.

GIH realiza reconstituição da morte de soldado Walisson


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook