Junior Kamenach
Junior Kamenach, de Bela Vista de Goiás, é apaixonado por futebol e está sempre de olho nos clubes goianos | Foto: Arquivo pessoal

Por Junior Kamenach

Percebendo o abandono em que se encontra o Estádio Serra Dourada, a WTorre, que administra o estádio do Palmeiras, o Allianz Parque, demonstrou interesse na concessão da praça pública.

Uma reunião entre representantes da empresa e o governador Ronaldo Caiado (DEM) aconteceu em São Paulo na última semana.

Na oportunidade, a WTorre demonstrou interesse na concessão ou em outro tipo de parceria público-privada para gerir o Serra Dourada.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Adriano Rocha Lima, afirmou que serão estudadas possibilidades e uma nova reunião deverá acontecer no fim deste mês ou início de abril.

O Serra é rentável não só com futebol

Nenhuma empresa gosta de perder dinheiro, e a WTorre não é diferente.

O interesse pelo Serra Dourada deixa claro que a praça esportiva pode ser rentável não só com partidas de futebol, mas com outros eventos, como shows musicais.

Contudo, o Governo de Goiás parece não ligar para esse tesouro, já que o nosso gigante do futebol goiano, que completou 45 anos nesta 2ª feira (9), está jogado de lado.

Tanto que Atlético, Goiás e Vila Nova estão investindo nos próprios estádios para sediar as partidas.

A velha estratégia de sucatear para justificar uma privatização ou concessão vai de vento em popa.

Vamos esperar pelos próximos capítulos.

Análise definitiva responde qual é o maior time de Goiás


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook