Surto de Covid em abrigo de Goiânia foi causado por linhagem da variante de Manaus

Sequenciamento genético do vírus foi realizado em parceria coma UFG e o Laboratório Hlagyn

Um sequenciamento genético foi realizado a partir de materiais coletados em idosos e colaboradores do abrigo, em Goiânia, que registrou surto por Covid-19.

Foi constatado que a cepa P.1.2, uma variação da linhagem de Manaus.

O sequenciamento foi realizado na 19ª semana epidemiológica, entre os dias 9 e15 de maio.

Dentre as 30 pessoas no abrigo, 18 idosos e 12 trabalhadores, 14 testaram positivo para o novo coronavírus.

Dentre os 9 idosos e 5 trabalhadores, nenhum desenvolveu a forma mais grave da doença.

“Acreditamos que isso se deve ao fato de todos terem sido vacinados com a CoronaVac entre janeiro e fevereiro, ou seja, nossa conclusão é que a vacina realmente funciona evitando que as pessoas contaminadas fiquem doentes”, afirmou o superintendente de Vigilância em Saúde de Goiânia, Yves Mauro Ternes.

O sequenciamento foi realizado em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG) e o Laboratório Hlagyn.

 

Comentários do Facebook