Usuário do CITYBUS é enganado pelo sistema transporte

O transporte  que seria especial para o usuário de Goiânia, tornou-se uma grande enganação de tarifa diferenciada
O transporte que seria especial para o usuário de Goiânia, tornou-se uma grande enganação de tarifa diferenciada

Em 2009 começava a funcionar o novo serviço de transporte de Goiânia, o CITYBUS; micro-ônibus equipados com televisor com tela de LCD, tomada de energia para recarregar celular, ar-condicionado, moedeiro eletrônico, validador de cartões, sistema Wifi e posteriormente o funcionamento do Cartão CityBus e o “CityBus dia”.  Fui um dos primeiros a usar o sistema e pedir a redução da tarifa, mas não fui ouvido.

Definhando

Depois de 4 anos de funcionamento e várias crises, o sitema CITYBUS  está definhando e enganando o usuário. Não existem moedeiros, o sistema wifi está desligado, os cartões “dia” e “Citybus” não funcionam, retiraram as TVs do veículos, e os horários irregulares.

Apesar de tudo isso não ser comunicado, o sistema engana o usuário e não diminui a tarifa. O valor de R$ 4,50  é baseado no que é oferecido ao usuário, e é lógico  que se há redução de serviços, obrigatoriamente terá que reduzir a tarifa, mas isso não aconteceu com o sistema de transporte especial de Goiânia.

O transporte  que seria especial para o usuário de Goiânia, tornou-se uma grande enganação de tarifa diferenciada. Mas só sabe disso quem usa o sistema e sofre ao tentar deixar o carro em casa e usar ônibus e micro-ônibus.

Acho que mais o vez os empresários do transporte coletivo enganaram o usuário,  e o poder publico não consegue acompanhar as enganações desse sistema. O Ministério Público Estadual deve tomar providência e investigar a composição da tarifa de transporte coletivo (CityBus) e a qualidade do serviço oferecido.

Luiz Parahyba é jornalista

Conheça o blog do Parahyba: www.luizparahyba.com.br

Comentários do Facebook