Aparecida de Goiânia inicia vacinação contra a covid-19 em portadores de comorbidades | Foto: Claudivino Antunes
Aparecida de Goiânia inicia vacinação contra a covid-19 em portadores de comorbidades | Foto: Claudivino Antunes

Começa nesta 5ª feira (6) a vacinação contra a covid-19 para pessoas portadoras de comorbidades em Aparecida de Goiânia.

Seguindo o Programa Nacional de Imunizações (PNI), a aplicação da 1ª dose da vacina nesse público será feita sem necessidade de agendamento prévio nos drive-thrus da Cidade Administrativa Luiz Alberto Maguito Vilela, no setor Solar Central Park, e do Centro de Especialidades, no Jardim Boa Esperança, das 8h às 18h.

Nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) dos bairros Andrade Reis, Bairro Cardoso, Jardim Olímpico, Jardim Florença e Veiga Jardim, a imunização ocorrerá mediante agendamento pelo aplicativo Saúde Aparecida, que pode ser acessado pelo site da prefeitura.

As vagas estarão disponíveis na plataforma a partir desta 4ª (5).

Nessa 1ª etapa da fase das comorbidades, serão contempladas, de acordo com o quantitativo de doses disponível:

– Pessoas com Síndrome de Down acima de 18 anos;

– Portadores de doença renal crônica em terapia de substituição renal (Diálise) acima de 18 anos;

– Gestantes e Puérperas acima de 18 anos com comorbidades;

– Pessoas com comorbidades de 58 e 59 anos;

– Portadores de deficiência permanente cadastrados no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) de 55 a 59 anos de idade.

Laudo médico comprovatório

A coordenadora de Imunização da SMS, Renata Cordeiro, informa que para comprovar qualquer uma das comorbidades previstas nessa etapa e ter acesso à vacina é indispensável a apresentação de laudo médico.

Para tanto, segundo a gestora, a SMS desenvolveu um modelo padrão de formulário a ser utilizado no município para atestar as comorbidades.

Clique aqui para baixar o formulário.

Contudo, ela ressalta: “esse documento é para facilitar, no entanto, qualquer laudo médico simples também será aceito para validar a vacinação, desde que emitido há no máximo um ano e conste o nome completo do paciente, comorbidade descrita e assinatura do médico, com o respectivo carimbo. Receitas não serão aceitas”.

Próximas fases

Seguindo o PNI, a vacinação das pessoas portadoras de comorbidades foi dividida em etapas.

Após a vacinação desse primeiro grupo que se inicia amanhã, as outras situações serão atendidas.

As comorbidades contempladas ao longo da Campanha são: diabetes mellitus; pneumopatias crônicas graves; Hipertensão Arterial Resistente (HAR); Hipertensão arterial estágio 3; Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade; Insuficiência cardíaca (IC); Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar; Cardiopatia hipertensiva; Síndromes coronarianas; Valvopatias; Miocardiopatias e Pericardiopatias; Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas; Arritmias cardíacas; Cardiopatias congênita no adulto; Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados; Doença cerebrovascular; Doença renal crônica; Imunossuprimidos; Anemia falciforme; Obesidade mórbida; Síndrome de down; e Cirrose hepática.

Veja como comprovar comorbidade para ser vacinado contra covid em Goiânia


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook