A 1ª dama de Goiás Gracinha Caiado | Foto: Folha Z

A 1ª dama do Estado, Gracinha Caiado, criticou a decisão do prefeito Gustavo Mendanha de participar da campanha do MDB em Goiânia pelos próximos 14 dias para suprir a ausência de Maguito Vilela, diagnosticado com covid-19.

“Você já perguntou o que o povo de Aparecida pensa sobre isso? Em plena campanha, um prefeito deixar de se preocupar com a cidade e seu povo para se preocupar com outra cidade.”

A declaração foi feita durante lançamento da campanha de Márcia Caldas (Avante) na noite dessa 3ª feira (20).

“Acho isso um pouco estranho. Mas essa pergunta tem que ser feita para a população de Aparecida”, afirmou.

Davi e Golias

Perguntada sobre como a oposição pretendia agir para diminuir a vantagem do prefeito na disputa, Gracinha citou a história de Davi contra Golias.

A parábola tem sido citada com frequência por integrantes da chapa de Márcia e Carol Araújo (DEM), sua vice.

“Você conhece a história de Davi contra Golias? A gente sempre tem que acreditar. Não acredito que ninguém vaidoso e que acha que já venceu chega a lugar algum. Eleição só se ganha às 17h do último dia”, ponderou a 1ª dama.

LEIA MAIS 👉 Para Caiado, MDB usou Aparecida para travar candidaturas em Goiânia


Quer receber notícias dos bastidores da política de Aparecida? NOSSO NÚMERO MUDOU!

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade!

Basta clicar aqui para ter as matérias especiais da Folha Z direto do seu celular!

Comentários do Facebook