Base aliada baixa reajuste do IPTU para 39,8%

Votação, que precisa acontecer esse mês para valer em 2015, promete ser acirrada
Votação, que precisa acontecer esse mês para valer em 2015, promete ser acirrada

Os vereadores da base aliada do prefeito Paulo Garcia (PT) chegaram a um consenso sobre o reajuste do IPTU. Nem 60% (número que Paulo queria), nem 30% (cogitado por alguns vereadores): os políticos definiram o aumento em 39,8% na Planta de Valores, na manhã da última segunda-feira, 8.

Na reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde foi definido este número, o reajuste de 2016 permaneceria como o prefeito sugeriu em projeto: 29,7%. Como os também integrantes da CCJ e vereadores de oposição, Pedro Azulão Jr. (PSB) e o tucano Giovane Antônio, disseram que votarão para arquivar o projeto, é preciso que o Bloco Moderado também apoie os quase 40% de reajuste.

Para que haja mudança na Planta de Valores de 2015 é preciso que o projeto seja aprovado até o fim de dezembro. A votação promete ser acirrada.

Comentários do Facebook