Cairo Peixoto diz que servidores e secretarias são excessivos na capital

Cairo Peixoto diz usar 40 dias de arrecadação para quitar 30 dias
Cairo Peixoto diz usar 40 dias de arrecadação para quitar 30 dias

O ex-secretário de Finanças da Prefeitura de Goiânia, Cairo Peixoto, disse que durante sua estada na secretaria, de 3 de fevereiro a 30 de abril, a situação financeira do município era caótica. Cairo depôs na última terça-feira, 10, ao promotor de Justiça Fernando Krebs, por conta de procedimento instaurado a partir de representação do vereador Djalma Araújo. Vereador denunciou o descumprimento da lei municipal que determina a reposição das lâmpadas da iluminação pública. O prazo máximo seria de três dias.

Depoimento

Cairo ainda disse que existe descontrole na despesa, em especial com o funcionalismo. Para o ex-secretário, o número de servidores e de secretarias foi aumentado em demasia.

Segundo o ex-secretário, durante sua estada na pasta ele se deparou com pendências de recursos apropriados de fundos, que não foram desenvolvidos: fundo de meio ambiente, saúde, habitação, cultura e desenvolvimento econômico. Ele também afirmou que são precisos 40 dias para pagar uma folha de 30 dias.

Comentários do Facebook