Justiça manda Paulo Garcia pagar data-base de servidores

Prefeito irá recorrer a decisão
Prefeito irá recorrer da decisão

Justiça determinou que o prefeito Paulo Garcia (PT) deverá pagar a data-base de 2014 dos servidores da saúde. A ação foi movida, em agosto passado, pelo Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Único de Saúde de Goiás (Sindsaúde).

No começo da semana, o prefeito de Goiânia vetou o aumento salarial dos servidores, que pediam retroatividade a maio do ano passado, alegando não ter como bancar os reajustes. A prefeitura já deixou claro que recorrerá da decisão, tomada pela juíza substituta Nathalia Bueno Arantes da Costa, da 3ª Vara da Fazenda Pública Municipal.

Pagamento

Paulo deve pagar em até 120 dias a data-base, conforme a decisão de 26 de janeiro, publicada na terça-feira, 3, no Diário Eletrônico da Justiça. Se isso não ocorrer, a revisão dos vencimentos ocorrerá pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Comentários do Facebook