Magoado, Paulo Garcia confirma afastamento de Iris Rezende

Paulo destaca que isso o tem afetado muito pessoalmente
Paulo destaca que isso o tem afetado muito pessoalmente / Foto: divulgação

Durante entrevista para a Rádio 730, na manhã desta quarta-feira, 27, o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, confidenciou ao competente repórter Rubens Salomão, que se afastou de Iris Rezende. Antes de ser administrador do executivo goianiense, Paulo foi vice do ex-prefeito peemedebista.

Há algum tempo Iris afirmou ter se distanciado do prefeito por conta da aproximação dele com o governador Marconi Perillo (PSDB). Porém, Paulo garantiu que sua relação com o chefe do Estado é meramente administrativa. Em defesa, ele afirmou que outros prefeitos, inclusive do PMDB, também se aproximaram, pois o povo quer é solução dos problemas.

LEIA MAIS: Paulo Garcia responde as declarações de Iris, cita a palavra cacique e exige respeito do PMDB

Motivos do distanciamento

Primeira versão: dois possíveis pontos para este distanciamento são, na visão de membros do PMDB: uma homenagem a mãe do governador Marconi Perillo, que deu nome a uma unidade de saúde na Região Noroeste; e o projeto de lei da prefeitura renovando o contrato com a Saneago.

Mas o petista não concorda. Ele destaca que a questão da Saneago foi coordenada pelo vice-prefeito, o peemedebista Agenor Mariano. “Foram feitos estudos entre técnicos da prefeitura e da empresa”, pontuou. Em relação à unidade de saúde Paulo disse que não há o que discutir.

“Se o PMDB quer romper com o PT, essa não é maneira correta”, disse Paulo Garcia / Foto: Portal 730
“Se o PMDB quer romper com o PT, essa não é maneira correta”, disse Paulo Garcia / Foto: Portal 730

Segunda versão: magoado, o petista explicou que o motivo de sua distância com o peemedebista aconteceu em decorrência de ataques de membros do partido (leia se Agenor Mariano e companhia) em relação a sua administração. Paulo questionou o fato do ex-prefeito não ter impedido os ataques.

“Se o PMDB quer romper com o PT, essa não é maneira correta”, disse Garcia durante a entrevista. O prefeito afirmou que quando ele era vice, ajudou muito Iris, e que nunca criou qualquer dificuldade para o ex-prefeito.

De acordo com Paulo Garcia, faltou companheirismo por parte de Iris e demais lideranças do PMDB.

 

 

 

Comentários do Facebook