Procurador-geral pede que Eduardo Cunha devolva R$ 280 milhões

Presidente da Câmara Eduardo Cunha
Presidente da Câmara Eduardo Cunha

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, informou que o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, recebeu propina por meio empresas sediadas no exterior e empresas de fachada.

Nessa quinta-feira (20), Janot denunciou Eduardo Cunha ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Na denúncia, o procurador também pede que o presidente da Câmara pague U$S 80 milhões (cerca de R$ 280 milhões pela cotação atual) pelos danos causados à Petrobras. É a primeira denúncia contra um parlamentar investigado na Operação Lava Jato.

Em julho, o ex-consultor da empresa Toyo Setal, Júlio Camargo, informou ao juiz Sérgio Moro, responsável pelos inquéritos da Operação Lava Jato, que Eduardo Cunha pediu US$ 5 milhões em propina.

Comentários do Facebook