Publicitário, preso por ter pago propina a ex-deputado petista, faz acordo de delação premiada

Publicitário Ricardo
Publicitário Ricardo Hoffmann

O publicitário Ricardo Hoffmann, preso suspeito de ter pago propina ao ex-deputado André Vargas (sem partido) para conseguir contratos com o Ministério da Saúde e a Caixa Econômica Federal, decidiu fazer acordo de delação premiada, que deve ser assinada nos próximos dias, para ter uma pena menor.

Ricardo Hoffmann é acusado de usar fornecedores da agência Borghi Lowe, da qual ele era vice-presidente em Brasília, para fazer repasses de mais de R$ 3 milhões para uma empresa controlada pelo ex-deputado André Vargas, que deixou o PT no ano passado.

De acordo com os investigadores da Operação Lava Jato, Vargas, que está preso em Curitiba desde o dia 10 de abril, tinha influência e recebeu o suborno por ter ajudado a agência a conquistar as duas contas.

Comentários do Facebook