Vanderlan diz que Celg perdeu R$ 7 bilhões com acordo

"Não vamos mentir. Não vamos fazer como fez o atual governo na última eleição de prometer que resolveria os problemas da Segurança Pública no Estado logo de início"
“Se não tivessem boicotado a negociação do governo anterior, Goiás manteria 93% das ações da companhia”, disse Vanderlan

O candidato do PSB ao Palácio das Esmeraldas, Vanderlan Cardoso, disse que o atual governo jogou R$ 7 bilhões no ralo com o acordo da Celg. O governadoriável comentou assinatura feita recentemente com a Eletrobrás do compromisso de compra e venda de 51% das ações da companhia. O governo repassará o controle acionário da maior empresa do centro-oeste por R$ 59 milhões.

“Se não tivessem boicotado a negociação do governo anterior, Goiás manteria 93% das ações da companhia. Ou seja, os goianos teriam um patrimônio de R$ 16 bilhões, valor da empresa a partir da renovação da concessão que estava prevista na negociação anterior. Como foi entregue 51% da empresa à Eletrobrás, esse governo jogou R$ 7 bilhões no ralo por pura vaidade política”, condenou. O comentário foi feito durante agenda de campanha nos bairros da regão norte de Goiânia, na tarde da última quarta-feira, 27.

O candidato comparou o prejuízo da negociação da Celg com os gastos do governo em Segurança Pública, Saúde e Educação. “A soma dos orçamentos deste ano nessas três áreas é pouco mais de R$ 6,2 bilhões. Ou seja, não chega perto do prejuízo dessa negociação com a maior empresa do Centro-Oeste”, avaliou.

Comentários do Facebook