Assediado por vários clubes, artilheiro do Brasileirão só deixa o time para jogar no exterior

Renato Cajá é o artilheiro do Brasileirão com quatro gols
Renato Cajá é o artilheiro do Brasileirão com quatro gols

Destaque e artilheiro do Campeonato Brasileiro série A, o meia Renato Cajá, da Ponte Preta, tem sido bastante assediado neste início de competição. A diretoria do time paulista já monta um bloqueio para segurar o jogador e garante que ele só deixa o clube com uma proposta do exterior.

Corinthians, Flamengo e Grêmio já especularam o jogador, mas nos últimos dias, São Paulo e Cruzeiro entraram fortes na briga pelo meia de 30 anos.

R$10 milhões

Um dos motivos para a diretoria não aceitar propostas de times brasileiros é a multa rescisória de Renato Cajá. Em caso de negociação com um clube brasileiro, o valor é de R$ 5 milhões. Porém, se o jogador for negociado com um clube do exterior, a multa prevista é de R$ 10 milhões.

Renato tem contrato até 31 de dezembro deste ano. Ao final de junho, ele poderá assinar pré-contrato com qualquer clube e sair de graça no final da temporada. Se o jogador entrar em campo contra o Goiás, no domingo, vai estourar o limite de jogos, que é de seis partidas. Com isso, não poderia atuar em outro clube da elite nacional.

Comentários do Facebook