Ex-Botafogo, Jobson é preso acusado de estuprar adolescentes de 12, 13 e 14 anos

Jobson foi preso no Pará acusado de estupro (Foto: Reprodução)
Jobson foi preso no Pará acusado de estupro (Foto: Reprodução)

O jogador Jobson foi preso nesta quinta-feira (23) acusado de estuprar quatro menores de idade em Conceição do Araguaia, no Pará. A prisão preventiva foi determinada pela Justiça. Segundo investigação, as adolescentes teriam 12, 13 e 14 anos.

A Polícia Civil relatou que Jobson não resistiu à prisão, que foi realizada ocorrida em sua chácara na cidade de Couto Magalhães, no oeste de Tocantins. Ele ainda é suspeito de estuprar uma quinta jovem.

Exames

Segundo a polícia, as quatro jovens foram submetidas a exames periciais, que apresentaram conjunção carnal (penetração) nas duas menores, de 12 e 13 anos.

LEIA MAIS: Policial é baleado na cabeça em assalto no Novo Horizonte

As adolescentes de 14 anos disseram em depoimento que estavam sob efeito de bebidas alcoólicas e substâncias entorpecentes colocadas na bebida.

O inquérito foi instaurado há uma semana, depois que uma das supostas vítimas, uma menina de 13 anos, denunciou que fotos do seu corpo nu foram compartilhadas por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp.

Relato

Uma das vítimas relatou que o jogador teria levado ela e outras três adolescentes até sua chácara. Ali, elas teriam sido embriagadas, entorpecidas e abusadas sexualmente.

No depoimento, ela ainda contou que desmaiou no local e teve fotos constrangedoras tiradas por Jobson e seus amigos. Depois de ver as imagens compartilhadas, a vítima ligou para o jogador e disse que iria denunciá-lo, mas ele ainda ameaçou a garota para que ficasse quieta.

LEIA MAIS: Jogador abandona Olimpíadas no Brasil com medo de Zika

O advogado de Jobson, Rodolfo César, ainda não se pronunciou em relação ao caso.

Suspensão

Jobson foi suspenso do futebol profissional até 2019 pela Federação Saudita de Futebol por ter se negado a fazer um exame antidoping. Seu problema com as drogas é constantemente divulgado nos noticiários.

Comentários do Facebook