Reforma do OBA é embargada porque Vila Nova não apresentou alvará

Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga (Foto: Comunicação / Vila Nova)
Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga (Foto: Comunicação / Vila Nova)

A reforma do OBA -tão desejada por torcedores e cartolas- sofreu embargo e está paralisada. De acordo com a Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habilitação, o Vila Nova não tem o alvará de micro-reforma.

Como noticiado pelo Folha Zo Vila tem a intenção de ampliar o Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga e sediar jogos da Série B na nova Arena. E, apesar das dificuldades financeiras, o clube promoveu diversas ações para arrecadar a verba necessária. O que faltou, aparentemente, foi atenção à burocracia exigida pelo município.

Para realizar as obras no OBA e aumentar a capacidade do estádio, o Vila precisaria obter o alvará de micro-reforma, imprescindível para a regularização de qualquer obra do tipo.

LEIA MAIS: Tragédia para o futebol goiano: desclassificação de Atlético e Vila e derrota com gol contra para Goiás

Documento solicita o embargo de obra no OBA (Foto: Reprodução)
Documento solicita o embargo de obra no OBA (Foto: Reprodução)

Secretaria

Documento emitido na última sexta-feira (8) pela Gerência de Fiscalização de Edificações, Parcelamentos e Áreas Públicas, da Secretaria de Planejamento, o Vila foi autuado ainda no dia 7 de abril e não apresentou os alvarás solicitados.

Outra irregularidade apontada pelo documento foi a falta de um responsável técnico pela obra.

Classificado para as semifinais do Goianão depois de 10 anos, o Tigrão tem o Goiás como adversário no caminho rumo à tão sonhada final.

Comentários do Facebook