“Walter pediu pelo amor de Deus para voltar para o Goiás”, diz presidente

Walter pode voltar a ser a referência do Goiás em 2015
Walter e Goiás vivem novela sem fim (Foto: Reprodução)

Na mesma entrevista em que confirmou a contratação do centroavante ex-Atlético Marcão, o presidente do Goiás Sérgio Rassi encerrou o burburinho sobre uma possível volta de Walter à equipe.

Segundo Rassi, o atacante que brilhou no time em 2012 e 2013 “chegou a pedir pelo amor de Deus para voltar ao Goiás”. O presidente ainda contou que a barreira para a negociação foi o próprio Atlético-PR, que não quis liberar Walter, alegando que não tinha substituto para o jogador no elenco.

No último sábado (2), depois da vitória do Atlético-PR sobre o América-MG pela Série A, Walter confirmou a existência de uma proposta do Goiás, mas disse ter resolvido permanecer no paranaense após uma conversa com Paulo Autuori.

LEIA MAIS: Flanelinhas são presos por tráfico no Parque Vaca Brava

“Tenho o carinho da torcida do Goiás, mas estou feliz aqui. Pensei em ir sim e a possibilidade foi muito grande, mas conversei com o Autuori e ele falou que não ia me liberar, que precisa de mim e me disse que sou um líder dentro do grupo”, disse.

Marcão

Sobre o mais recente reforço para o time de Leo Condé, Rassi destacou a necessidade de encontrar um centroavante para o Goiás. “Nós fizemos uns cinco ou seis jogos sem centroavantes, nós não poderíamos ter cochilado assim”, disse.

Marcão foi destaque do Atlético-GO e do Figueirense e estava no Al Shaab, dos Emirados Árabes.

Comentários do Facebook