O Padre na cruz da execração pública, por Jakeliny Mendonça

Padre Luiz Augusto visitou na Delegacia de Homicídios da capital, Maurício Sampaio, o principal suspeito de ser o mandante do assassinato do comentarista esportivo Valério Luiz
Padre Luiz Augusto visitou na Delegacia de Homicídios da capital, Maurício Sampaio, o principal suspeito de ser o mandante do assassinato do comentarista esportivo Valério Luiz

Um dos padres mais carismáticos da região metropolitana de Goiânia, o Padre Luiz Augusto visitou na Delegacia de Homicídios da capital, Maurício Sampaio, o principal suspeito de ser o mandante do assassinato do comentarista esportivo Valério Luiz.

Essa visita foi filmada por uma emissora de TV, e está custando caro ao pároco, pois gerou um certo desconforto com o pai do jornalista, o também comentarista esportivo Mané de Oliveira, que presenciou o padre saindo da delegacia e chegou a proferir algumas palavras a ele. Esse encontro está causando um certo reboliço nas redes sociais, no meio dos fiéis e em parte da população.

Eu sou evangélica e não conheço esse padre além dos noticiários, mas não concordo com essa crucificação feita por alguns, e confesso que estou assustada com a repercussão negativa do fato.

Eu jamais defenderia o assassino, e também não ficaria contra a opinião da família enlutada, mas como Cristã, não posso deixar que atirem pedras contra esse religioso, que apenas cumpriu o ide¹ de Cristo. O estranho é que esse tipo de visita não deveria ser novidade para ninguém, essa ganhou notoriedade porque envolve pessoas públicas, mas todos os padres e pastores que realmente tem o coração na obra de Deus, visitam encarcerados, independente de quais crimes cometeram.

A Bíblia é clara ao dizer que ao fazermos alguma coisa, aos que estão presos², com fome ou em qualquer outra situação de risco, fazemos a Deus e quem ignorar essas pequenas ações, não herdará o Reino dos Céus.

Para alguns, pode ser difícil aceitar um gesto tão nobre, vindo de um padre do nível do Luiz Augusto, a um provável assassino, homem rico, que mandou retirar a vida de um homem inocente e trabalhador. Mas, Jesus morreu por ele, sim, Jesus morreu pelos assassinos, pelos ladrões, por mim e por você (pecadores), para nos garantir a remissão dos nossos pecados, para perdoar todos os nossos erros e transgressões, sem exceção de pessoas, porque Deus é amor.

Jesus veio para nos dar vida e a dá-la em abundância e o Diabo veio para matar, roubar e destruir. Então, o padre apenas cumpriu sua obrigação perante Deus, levou as boas novas de salvação para um afugentado pelas forças do mal.

Lembre-se: Jesus foi feito maldito por nossa causa ao ser levado a cruz, Ele ficou ladeado por dois malfeitores profissionais, e mesmo Jesus sendo Deus perdoou aquele que desejou ser salvo, e ainda o levou para o Paraíso. Jesus foi morto por mãos humanas e ainda assim, pediu ao Pai que perdoassem o povo, pois não sabiam o que estavam fazendo.

Portanto, pergunte a qualquer líder religioso sobre o fato e entenderás, que nem tudo que fazem, fazem por que querem ou porque sente prazer ou alegria, mas fazem para cumprir o que Jesus Cristo designou a eles.

Eu sou fã deste padre, gostaria até de conhecê-lo pessoalmente, não por este fato, que considero isolado, mas por tudo que ele vem fazendo nesta terra, e acredito que ele está no centro da vontade de Deus e muito além da vontade do homem.

Citações Bíblicas…

¹E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.

Marcos 16:15
²Quando te vimos enfermo ou preso e fomos te visitar? ’
“O Rei responderá: ‘Digo-lhes a verdade: o que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim o fizeram’.

Mateus 25:39-40

Jakeliny Mendonça: autora do artigo
Jakeliny Mendonça: autora do artigo

Jakeliny Mendonça é jornalista por formação

Comentários do Facebook