Abatedouro clandestino é fechado e 11 cavalos são resgatados em Aparecida

Suspeita é de que a carne dos animais estejam sendo vendidas em espetinhos nos setores Vera Cruz, Garavelo e Buriti Sereno

Cavalos resgatados em abatedouro | Foto: Divulgação/ Semma

Um abatedouro clandestino de cavalos foi fechado na noite desta 4ª feira (26) em uma chácara no setor Cidade Vera Cruz por fiscais da Secretaria de Meio Ambiente de Aparecida de Goiânia.

A ação teve apoio da Guarda Civil Municipal e da Polícia Militar.

2 pessoas foram presas em flagrante e encaminhadas para o 4º DP de Aparecida de Goiânia.

A equipe chegou ao local após denúncia anônima e, no local, constatou maus-tratos, crime de saúde pública e irregularidades ambientais.

A Semma fechou a chácara e o responsável pela área será identificado e multado.

Carnes, ossadas e carcaças de 2 animais foram encontrados no local.

Cavalos abatidos | Foto: Divulgação/ Semma

A suspeita é de que a carne dos animais estejam sendo vendidas em espetinhos nos setores Vera Cruz, Garavelo, Buriti Sereno, dentre outros.

Outros 11 cavalos em situação de maus-tratos foram resgatados e levados para outra chácara.

Cavalos resgatados em abatedouro | Foto: Divulgação/ Semma

Segundo Cláudio Everson, secretário de Meio Ambiente, “pelas características verificadas, as carnes eram vendidas em comércios da cidade, sem qualquer inspeção sanitária”.

“Além de violar os procedimentos adequados quanto ao bem-estar animais, essa situação pode afetar seriamente a saúde da população” disse o secretário.

A Lei Municipal de Aparecida 3.456, de 15 de novembro de 2019, estabelece penalidades para práticas de maus-tratos, abandono, lesão por espancamento, dentre outros.

Na Lei Federal nº 11.794, de 8 de outubro de 2008, também criminaliza a prática de causar sofrimento, dano físico ou mental ou morte de animais.

A multa pode ir de R$200 a R$200 mil, de acordo com a gravidade dos fatos.

Cavalos resgatados em abatedouro | Foto: Divulgação/ Semma
Comentários do Facebook