Aneel proíbe corte de energia de famílias de baixa renda durante pandemia

São contemplados os consumidores cadastrados na Tarifa Social

Foto: Copel

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) proibiu o corte de energia elétrica de famílias de baixa renda por falta de pagamento até o dia 30 de junho de 2021.

São contemplados os consumidores cadastrados na Tarifa Social e unidades de saúde, como hospitais e centros de armazenamento de vacinas e locais que abriguem materiais essenciais à vida.

A medida ocorre em razão do agravamento da pandemia de Covid-19.

A tarifa social é um programa que concede descontos na conta de energia para famílias de baixa renda.

Podem se cadastrar as famílias inscritas no Cadastro Único com renda mensal igual ou inferior a meio salário mínimo per capita ou famílias com portador de doença que necessite de aparelho elétrico para tratamento e que tenha renda mensal de até 3 salários mínimos.

Famílias integrantes do benefício de Prestação Continuada também podem se cadastrar.

O consumidor não fica isento de pagar pelo serviço, mas garante a continuidade do fornecimento do serviço durante o momento de pandemia.

A Saneago também suspendeu a interrupção do fornecimento de água às famílias da categoria Residencial Social.

Ainda, a companhia está desenvolvendo estudo técnico para ampliar e atender um conjunto de famílias de baixa renda de modo a não interromper o fornecimento durante possível inadimplência das faturas durante a pandemia.

Comentários do Facebook