Aparecida estuda retomar escalonamento após aumento de casos de Covid-19

Ocupação de leitos de UTI na rede privada é de 100%, enquanto a lotação total, somando todos os leitos disponíveis, chega a 80%

Escalonamento do comércio em Aparecida (06/2020) | Foto: Wigor Vieira
Escalonamento do comércio em Aparecida (06/2020) | Foto: Wigor Vieira

Com o aumento de casos de Covid-19 em todo Estado, municípios pequenos chegam a 100% da lotação em leitos de UTI.

Em Aparecida, de acordo com dados da Saúde Municipal, a ocupação de leitos de UTI na rede privada é de 100%, enquanto a lotação total é de 80% nesta 4ª feira (27).

Com o aumento, o prefeito Gustavo Mendanha (MDB) cogitou o retorno do escalonamento por regiões da cidade para abertura de comércio, como medida para conter as contaminações pelo novo coronavírus.

De acordo com ele, é necessário estudar medidas que salvem vidas, mas também preservem a economia.

Escalonamento

Em agosto do ano passado, Mendanha havia anunciado que a estratégia de escalonamento havia cumprido seu papel. Agora, sinaliza possível retorno.

Em Goiânia, o prefeito Rogério Cruz pode seguir os passos do emedebista e aplicar o mesmo modelo de escalonamento para não engessar o funcionamento das atividades econômicas.

O escalonamento por zonas da cidade é inspirado no modelo de Israel.

Lei Seca só não valerá para cidades que publicarem decretos contrários


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook