Aparecida, junto com outros 30 municípios, negocia doses da Sputnik V

Caso aquisição seja confirmada, doses devem começar a chegar em maio

Aparecida de Goiânia, junto com outras 30 cidades que integram o Consórcio Nacional das Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar), irá se reunir com o Ministério da Saúde nesta 5ª feira para alinhar apoio logístico do governo federal para o transporte e distribuição de doses da vacina Sputnik V.

Na última 3ª feira (13), o prefeito Gustavo Mendanha e outros gestores do Conectar se reuniram virtualmente para dar continuidade às tratativas com o Fundo Soberano Russo para a compra de 30 milhões de doses.

O Fundo representa o Instituto Gamaleya, que produz a Sputnik V.

Caso seja confirmada a aquisição, remessas iniciais do imunizante devem chegar ao Brasil já no mês de maio.

O preço por pessoa (duas doses) da vacina é US$19,90.

Segundo Gean Loureiro, prefeito de Florianópolis e presidente do Conectar, após consultar outros fornecedores viu “oferta concreta de vacinas”.

A Sputnik V ainda precisa de autorização da Anvisa para ter uso liberado no Brasil.

Outras soluções

O Consórcio também tem negociado com o governo dos Estados Unidos.

O grupo dialoga para que o país “empreste” doses da vacina AstraZeneca/Oxford ao país.

Também são articuladas aquisições de insumos de saúde.

O Conectar também busca parceria com o Instituto Butantan, que se prontificou a fazer ponte para diálogo entre os municípios e o laboratório chinês Sinovac.

Comentários do Facebook