Após agravamento de câncer, Bruno Covas comunica afastamento da prefeitura

Câmara recebeu na manhã desta 2ª feira (3) o ofício de licença do tucano, que está internado no Hospital Sírio-Libanês

Bruno Covas | Foto: Reprodução

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, confirmou afastamento temporário do cargo para tratamento de saúde.

“Vou solicitar à Câmara de Vereadores uma licença do cargo pelo período de 30 dias para me dedicar integralmente à minha recuperação”, escreveu Covas.

A Câmara recebeu na manhã desta 2ª feira (3) o ofício de licença do tucano, que está internado no Hospital Sírio-Libanês.

O gestor irá passar por uma série de exames e mais uma sessão de quimioterapia.

Covas é acompanhado pelo médio David Uip, que afirmou que não há estimativa de quantos dias o prefeito de São Paulo irá permanecer internado.

O tratamento também prevê a realização da quimioterapia combinada com imunoterapia a cada 15 dias.

“Assumi o compromisso com a cidade e sua população e tenho sido o mais transparente possível com a situação da minha saúde e com as etapas do meu tratamento”, disse na postagem.

No último mês, exames revelaram que o tumor de Covas no sistema digestivo havia se espalhado para ossos e fígado.

“Diante dos novos focos da doença, meu corpo está exigindo que eu dedique mais tempo ao tratamento, que entra em uma fase muito rigorosa”, publicou.

“Neste momento, com toda a força e foco que preciso colocar na minha saúde, fica incompatível o exercício responsável de minhas funções como Prefeito de São Paulo.”

Comentários do Facebook