Homem rouba relógios de luxo em Goiânia e morre em confronto com a Rotam

Homem portava arma calibre 32 e a usava para roubar relógios de luxo |Foto: Divulgação/ROTAM
Homem portava arma calibre 32 |Foto: Divulgação/ROTAM

Um homem  morreu na manhã desta quinta-feira, 18, no Setor Sul, em Goiânia, após trocar tiros com a Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam). Segundo a Polícia Militar (PM), o homem roubava relógios de luxo de condutores de veículos em bairros nobres da Capital.

De acordo com a PM, uma vítima acionou a corporação e informou que um homem havia tentado assaltá-lo no início da Avenida 136, no Setor Marista. A informação foi repassada e, minutos depois, uma equipe da Rotam visualizou o suspeito na Praça da Rua 90, no Setor Sul.

Ao perceber a aproximação da viatura, o suspeito abandonou a moto e fugiu a pé. Em uma praça na Rua 11, o bandido tentou entrar em algumas casas, mas como não conseguiu, se escondeu atrás de uma árvore.

Defesa

Conforme a PM, ele atirou duas vezes. Houve revide e o suspeito acabou ferido. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado mas ao chegar no local o motociclista já estava morto.

“O revólver de cor prata calibre 32 descrito por várias testemunhas também é idêntico ao que ele portava quando foi abordado. Nossa intenção era capturar ele vivo para chegar ao receptador, mas como nossos policiais foram recebidos à bala não tiveram outra alternativa senão a de reagir”, disse o comandante da Rotam, tenente coronel Newton Castilho.

Com ele, os policiais apreenderam uma mochila e uma certidão de nascimento emitida em São Paulo em nome de Sidney Roberto Simplício Santos Júnior, de 18 anos.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter

Comentários do Facebook