Em Goiânia, juiz profere decisão sobre PM que baleou assaltante

Em Goiânia, PM foi julgado pelo juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 3ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal do Júri | Foto: Reprodução
Em Goiânia, PM foi alvo de sentença do juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 3ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal do Júri | Foto: Ilustrativa

Um policial militar foi alvo de sentença nesta segunda-feira, 28, em Goiânia, em inquérito policial instaurado para investigação da morte de um suspeito de assalto a mão armada ocorrido em 28 de agosto de 2015.

O juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 3ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal do Júri, acatou parecer do Ministério Público e determinou o arquivamento de inquérito.

De acordo com os autos, a vítima e um indivíduo não identificado, fazendo uso de armas de fogo, roubaram uma residência na Avenida Nerópolis, na região Norte da capital. Quando fugiam do local levando um veículo Golf, foram alcançados pelo sargento da PM Aurélio Soares Vilela Neto e pelo cabo João Batista Bispo dos Santos.

LEIA MAIS: Policial é preso após fazer a própria mãe de refém no Setor Nova Suíça, em Goiânia

Durante a perseguição, eles efetuaram tiros na direção da viatura, momento em que os policiais revidaram. Dionatas foi atingido e morreu. Já o comparsa da vítima foi perseguido pela equipe do tenente Daniel de Oliveira Faria, porém entrou em uma matagal e não foi encontrado.

Decisão

De acordo com o entendimento do juiz, houve legítima defesa no caso. O magistrado, então, requereu o arquivamento do inquérito policial, o que foi acatado pelo juízo.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter

Comentários do Facebook