Ex-governador Helenês Candido aguardou vaga de UTI por 3 dias antes de morrer

Ex-governador esperava por vaga desde domingo e morreu enquanto era transferido, na noite de ontem (17)

Ex-governador Helenês Candido - Foto: Reprodução

O ex-governador de Goiás Helenês Candido, de 86 anos, aguardou vaga em UTI por 3 dias.

Helenês morreu na noite desta 4ª feira (17) enquanto era transferido de ambulância para um leito de UTI em Caldas Novas.

O ex-governador e a esposa haviam testado positivo para Covid-19 ainda no começo de março, quando foram internados em um hospital particular da capital.

Após uma semana internados, o casal apresentou melhoras e retornou para Morrinhos, onde moravam.

Na última 6ª feira (12), Helenês voltou a ter sintomas e apresentou piora no dia seguinte. Por isso, foi transferido para semi-UTI.

No domingo, o ex-governador precisou de UTI completa com suporte para hemodiálise, mas só conseguiu a vaga na 4ª feira, no Hospital e Maternidade Nossa Senhora de Aparecida, em Caldas Novas.

No entanto, ele não resistiu e morreu durante a transferência.

Helenês deixa esposa e dois filhos.

Comentários do Facebook