De acordo com levantamento realizado pela reportagem da Folha Z, Aparecida de Goiânia tem uma das gasolinas mais caras do Estado de Goiás.

Na manhã desta 4ª feira (9), quando praticamente todos os postos de combustíveis reajustaram seus preços na Região Metropolitana, a equipe visitou 4 regiões da cidade.

Em todas elas, o valor da gasolina estava próximo ou acima de R$ 6.

O aumento repentino motivou uma operação desencadeada pelo Procon Goiás e pela Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra o Consumidor (Decon) nesta 4ª (9).

O objetivo foi verificar o motivo do ajuste do valor cobrado pelo litro do etanol e da gasolina.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Folha Z (@folhaz)

Aparecida x Goiânia

E os motoristas de Goiânia parecem levar vantagem em relação aos de Aparecida quando vão abastecer.

Em consulta ao Aplicativo EON – Economia Online, ferramenta da Secretaria Estadual de Economia, é possível constatar que a maior parte dos postos de Aparecida atualizou o preço do combustível para uma faixa que vai de R$ 5, 94 a R$ 6,27

Em Goiânia, por outro lado, é possível encontrar a gasolina vendida até por volta de R$ 5,60 em diferentes bairros e regiões.

Ação do Procon e da Polícia Civil fiscaliza postos de combustível na Grande Goiânia | Foto: Divulgação / PCGO
Ação do Procon e da Polícia Civil fiscaliza postos de combustível na Grande Goiânia | Foto: Divulgação / PCGO

Monitoramento de preços

Segundo o Procon Goiás, os preços dos combustíveis são monitorados periodicamente pelo órgão de fiscalização.

Sempre que há indício de abusividade na análise preliminar, é instaurado o Processo Administrativo de Investigação Preliminar (PAIP), logo após a notificação da empresa.

Caso os responsáveis pela empresa não apresentem a documentação solicitada, serão autuados pela Polícia Civil por desobediência.

PC prende suspeito de dopar, sequestrar e estuprar jovem que buscava emprego em Anápolis


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook