O Governo Federal trabalha com a possibilidade de prorrogar novamente o auxílio emergencial até março de 2021.

O programa já foi estendido em 2 oportunidades e atualmente tem previsão para ser pago até o final deste ano.

A possibilidade de prorrogação se dá pela indefinição a respeito do projeto do Renda Cidadã e da votação na Câmara e no Senado.

Portanto, a ideia seria temporária até que o novo programa do governo seja viabilizado.

Como a extensão ainda é incerta, não se sabe também qual seria o valor. Inicialmente, o auxílio pagou 5 parcelas de R$ 600 e agora paga R$ 300 até dezembro de 2020.

Pré-requisitos para o auxílio

Para que o benefício seja prorrogado novamente, é necessário que se prorrogue também o estado de calamidade decretado no país, em vigor até o fim do ano.

Se aprovado pelo Legislativo, o governo pode publicar a Medida Provisória (MP) que estende mais uma vez o auxílio.

Entretanto, o ministro da Economia Paulo Guedes descartou qualquer possibilidade de prorrogar o auxílio emergencial em entrevistas recentes.

“Tem um plano emergencial e o decreto de calamidade que vão até o fim do ano. E no fim de dezembro acabou tudo isso”, assegurou.

Paulo Guedes | Foto: Reprodução
Paulo Guedes | Foto: Reprodução

LEIA MAIS 👉 Agora é possível agendar exame de coronavírus por app em Aparecida


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook