Aparecida recebe doses da Coronavac | Foto: Divulgação/Prefeitura
Aparecida recebe doses da Coronavac | Foto: Divulgação/Prefeitura

O Governo de Goiás divulgou nota apontando que a discrepância entre o número de doses distribuídas pelo Estado e o número efetivamente aplicado deve-se ao atraso dos próprios municípios no registro da informação junto ao sistema do Ministério da Saúde.

Segundo o comunicado, já foram distribuídas 1.031.380 doses aos 246 municípios, mas 406.665 delas não estão registradas ou não foram aplicadas pelas administrações municipais.

Em Aparecida de Goiânia, por exemplo, metade das doses envidas (69.700) constam como “não utilizadas e/ou não registradas” (35.228) no relatório.

Procurada pela reportagem, a Secretaria de Saúde da cidade informou que, conforme último boletim divulgado na 2ª feira (5), foram aplicadas 59.274 vacinas, sendo 43.974 referentes à 1ª dosagem e 15.300 referentes à 2ª.

Segundo a pasta, houve um atraso no lançamento das informações na semana passada devido a problemas técnicos na digitalização dos dados.

A administração garante, porém, que todas as informações serão atualizadas no sistema nos próximos 2 dias.

Já a Secretaria Estadual de Saúde afirmou que notificaria os municípios que não atualizarem o número de doses aplicadas no sistema e que eles podem receber menos doses nas próximas levas enquanto não esclarecerem o que foi feito com essas doses sem registro.

Câmara aprova compra de vacina contra covid por empresas


Acompanhe tudo que acontece em Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook