Idoso é atropelado na Alameda Ricardo Paranhos; via coleciona acidentes

Vítima fazia caminhada e teve sangramento intenso de corte no rosto / Moradores reclamam dos recorrentes acidentes no local

Idoso atropelado Ricardo Paranhos
Um idoso foi atropelado na Alameda Ricardo Paranhos. Via coleciona acidentes | Foto: reprodução

Um idoso de 75 anos foi atropelado na manhã desta terça-feira, 26, enquanto fazia caminhada na Alameda Ricardo Paranhos, no Setor Marista, em Goiânia.

Segundo testemunhas, a vítima teve um corte no rosto e sangrou bastante após ser atingida por um carro.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para socorrer o idoso.

Ele foi encaminhado ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo).

Segundo os bombeiros, a vítima passa bem, apesar do ferimento grave.

Revolta

Várias pessoas que utilizam a pista de caminhada da via já denunciaram a falta de fiscalização no local.

De acordo com elas, são frequentes os acidentes na avenida.

Além disso, são diversos os flagrantes de veículos em alta velocidade.

Por meio de uma rede social, o professor Fernando Diniz desabafou sobre o caso:

“Hoje, um senhor foi atropelado enquanto fazia sua caminhada. Um idoso que poderia ser o pai ou avô de qualquer um de vocês. Uma pessoa que estava ali, praticando seu exercício físico sem incomodar ninguém. Alguém que só queria ter mais qualidade de vida.”

Fiscalização

No ano passado, depois de um grave acidente na via, o professor Fernando Diniz fez uma denúncia ao Folha Z.

Acidente Ricardo Paranhos
No ano passado, um carro em alta velocidade capotou na Alameda Ricardo Paranhos | Foto: reprodução

Diniz fez um apelo junto à Prefeitura de Goiânia para que seja instalada uma lombada eletrônica na avenida.

A reportagem voltou a entrar em contato com o professor.

Por telefone, Fernando disse que, apesar de ter obtido de um vereador a promessa de instalação da lombada fixa, mas nada foi feito desde então.

Pelo contrário: não há sinalização adequada no local e muito menos fiscalização.

Ele ainda reforçou dizendo que, quando acontece algum acidente, alguns radares móveis são colocados provisoriamente no local.

Mas, passado este período, os radares são retirados e a via continua sem a devida sinalização e fiscalização.

A reportagem ainda tentou contato com a Prefeitura de Goiânia e, agora, aguarda resposta.

LEIA MAIS: S-10 capota na Ricardo Paranhos e entra para lista de acidentes no local


Acompanhe tudo que acontece em Goiânia seguindo o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook