Joaquim Barbosa é condenado por mandar jornalista “chafurdar no lixo”

Joaquim Barbosa, ex-presidente do STF, disse ao jornalista "chafurdar no lixo" ao tentar impedir a entrado do profissional nas dependências do CNJ |Foto: Divulgação
Joaquim Barbosa, ex-presidente do STF, disse ao jornalista “chafurdar no lixo” ao tentar impedir a entrado do profissional nas dependências do CNJ |Foto: Divulgação

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, foi condenado pela 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) a pagar R$ 20 mil de indenização ao jornalista Felipe Recondo.

A pena aplicada refere-se ao episódio em que Joaquim Barbosa chamou o então repórter do Estadão de “palhaço”. Na ocasião, março de 2013, o ex-ministro e presidente da corte máxima do país mandou Recondo “chafurdar no lixo” porque o profissional tentava entrevistá-lo nas dependências do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O repórter entrou com um processo por danos morais contra Barbosa.

LEIA MAIS: Pesquisa aponta Iris à frente para o segundo turno

Recondo alegou também que o ex-ministro  teria comunicado ao gabinete do ministro Ricardo Lewandowski que a esposa de Felipe não deveria permanecer no cargo em comissão que ocupava.

Joaquim  negou a ocorrência de dano moral e disse que a comunicação sobre a esposa de Recondo decorria do exercício regular de suas competências. Afirmou também que não limitou o acesso do jornalista ao STF e que, após a discussão, manteve com ele relação cordial. Segundo Barbosa, o episódio se deu a partir da insistência do profissional, que o teria assediado durante sua licença para tratar da saúde.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram eTwitter

Comentários do Facebook