Mestrado com parte das aulas em Lisboa é aberto em Aparecida

Professor Alcides e o presidente da Universidade Lusófona, Professor Doutor Manuel de Almeida Damásio, selam convênio para mestrado | Foto: Divulgação/Unifan
Professor Alcides e o presidente da Universidade Lusófona, Professor Doutor Manuel de Almeida Damásio, selam convênio para mestrado | Foto: Divulgação/Unifan

O primeiro curso de Mestrado Internacional em Educação de Aparecida de Goiânia foi aberto na última quarta-feira, 5, por meio de um convênio entre Faculdade Alfredo Nasser (FAN) e a Universidade Lusófona de Lisboa. As inscrições estarão abertas até o dia 29 de abril.

De acordo com o diretor geral da Unifan Professor Alcides Ribeiro,  a escolha da universidade portuguesa para o projeto segue o planejamento de expansão com qualidade da instituição aparecidense. “Buscamos uma das referências europeias para essa parceria. Queríamos justamente começar a oferta de mestrado pela área da Educação, por entender que não há formação qualificada sem educadores qualificados”, afirmou.

Manuel de Almeida, Professor Alcides, Carlos Alberto Vicchiatti e Walace Brás | Foto: Reprodução
Manuel de Almeida, Professor Alcides, Carlos Alberto Vicchiatti e Walace Brás em reunião que selou acordo importante para a cidade | Foto: Reprodução

Serão oferecidas 25 vagas e a primeira turma será destinada exclusivamente para funcionários administrativos e professores da própria Unifan. Em função do número reduzido de vagas será adotado o processo seletivo para a ocupação das mesmas.

LEIA MAIS: Festival de Food Truck em Aparecida será realizado todo mês

As aulas para essa primeira turma, na Faculdade Alfredo Nasser, vão até o final de dezembro desse ano. Em fevereiro de 2017, o grupo segue para Lisboa, onde assiste o restante das aulas na Universidade Lusófona. A defesa da tese pode acontecer até julho de 2019.

Administração e Direito

As duas instituições já debatem também a abertura de outras turmas de mestrado nas áreas de Administração e Direito e deixaram estabelecido que, tão logo os selecionados para a primeira turma de Mestrado em Educação concluam o curso, o convênio para a realização do doutorado na mesma área deverá estar selado.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter

Comentários do Facebook