PM fecha comércio aberto em Aparecida por determinação em decreto estadual

Prefeitura assegurou aos donos de comércios que há amparo legal para abertura

PM fecha comércios em Aparecida - Foto: Reprodução

No primeiro dia de retomada do decreto estadual de fechamento intermitente, comerciantes de Aparecida de Goiânia das zonas liberadas para funcionamento nesta 4ª feira (17) tiveram que baixar as portas por determinação da Polícia Militar, que percorreu a cidade.

Em um grupo de Whatsapp com comerciantes da Cidade Livre, o vereador Isaac Martins (PL) afirmou que o prefeito Gustavo Mendanha determinou que a Procuradoria do município tomasse as devidas providências legais para fazer valer o decreto municipal.

Em nota, a prefeitura de Aparecida comunicou acerca do decreto estadual:

“Em relação a ação da Polícia Militar do Estado de Goiás orientando o fechamento do comércio em diversas regiões de Aparecida, o Comitê de Prevenção e Enfrentamento à Covid esclarece que a Portaria 22/2021, publicada no Diário Oficial Eletrônico em 14 de março, continua em vigor. Portanto, os comerciantes estão legalmente amparados para seguir o isolamento social intermitente por escalonamento regional.

Nesta quarta-feira, 17 de março, fecham as macrozonas Centro, Garavelo, Expansul e Zona da Mata. As demais macrozonas podem funcionar, de acordo com a Portaria 22/2021.

Qualquer alteração na estratégia será tomada pelo Comitê de Prevenção e Enfrentamento à Covid-19 em Aparecida e comunicada à população pelos canais oficiais da Prefeitura.”

Comentários do Facebook